Janaina & Anderson


22/03/2011


Yes, nós temos onde comemorar!!!

Recebi um comentário de uma noivinha pedindo dicas sobre buffets porque não achou nada no blog.... aí me dei conta que ainda não falei mesmo sobre o primeiro item que fechamos, o local da comemoração e comilança!

Sim, fechamos primeiro que a igreja, pois, sabiamos que o mês de julho não era concorrido. Então nossa procura começou no comecinho do ano passado, e para falar a verdade não foi difícil encontrar o lugar ideal, isso porque eu já tinha na cabeça alguns itens prioritários, um deles era o local, queríamos algo na zona norte mesmo, onde a maioria dos convidados moram e onde seria a cerimônia.

Visitamos 5 espaços: Star Class, Buffet Giovanna, Adelina, Capricho e Espaço Cantareira Buffet (todos na Av. Nova Cantareira). No fim das visitas ficamos entre o Giovanna e o Espaço Cantareira. Embora o primeiro tivesse um valor mais atrativo, os nossos corações batiam mais forte pelo segundo... e foi no dia da degustação quando um olhou para o outro, que tivemos a certeza de que o melhor lugar para a festa que tanto sonhávamos seria o Espaço Cantareira. Fechamos! De lá para cá, já fomos várias vezes, seja para outras degustações, seja para conversar com fornecedores e sempre saímos com um ar de que aquele lugar tem tudo para nos proporcionar uma noite memorável. Pessoas simpáticas, ótimo atendimento e uma comida, hummmm... simplesmente, ma-ra-vi-lho-sa! E a limonada suiça de lá? Sem palavras!

Um dos espaços que visitamos só fazia a degustação depois de fechado. Como assimmmm? Isso não existe! Nunca fechem um buffet sem degustar a comida antes. Um outro que chegamos a fazer a degustação, nos decepcionou muito. No nosso caso o salão tem seu próprio serviço de buffet, o que achei ótimo, quanto menos fornecedores para controlar, melhor. Cheguei a cotar alugar um espaço e o serviço de buffet separado, mas vi que não seria tão compensador e poderia gerar dores de cabeça extra!

Quem nos pergunta onde será a festa, é só elogios ao lugar. E isso faz com que fiquemos cada vez mas felizes com a nossa escolha, e com ainda mais vontade de que nosso dia chegue logo. Vcs não tem noção da nossa felicidade em pode ter e oferecer uma festa em um lugar tão bacana assim.

Bom, agora vamos para as dicas? Eu fiz um listinha com tudo o que eu achava interessante observar nos buffets, levava e ia dando ok nos itens ou fazendo anotações, é ótimo para não esquecer de nada.

- Antecedência. Quanto antes você começar a pesquisar este item, melhor. Assim vc tem tempo de visitar quantos forem preciso, até achar aquele que sinta que é o LUGAR!

- A primeira coisa que eu disse, localização. Tem que ser um lugar seguro e de fácil acesso para os convidados, quanto mais próximo da cerimônia, melhor. Nós nem fomos visitar lugares distantes.

- Lugar para estacionar os carros. É um cuidado legal com os convidados. Se tiver manobrista melhor ainda.

- Gerador. Já fiz um post sobre isso. É item pra lá de importante. Já pensou acabar a luz no meio da festa? Cruzes! Bate na madeira... toc, toc, toc...

- Banheiros. Tem que ser limpo, espaçoso e possuir uma faxineira durante a festa para manutenção. Já fui em casamento que vc tinha que andar nas pontas dos pés dentro do banheiro de tão nojento que ficava. Urgh!

- Espaço para crianças. Não é item obrigatório, mas ajuda muitooooo! Eles precisam de distrair para não ficar mexendo na mesa de doces, kkkkkk... e é bom para os pais que conseguem aproveitar melhor a festa. No Cantareira, tem um espaço com brinquedos, fliperama e até vídeo game (vou ter que ficar de olho no noivo lá... rs).

- Capacidade. Se você vai ter 100 convidados, um lugar menor e aconchegante. Se você vai ter 400 um lugar espaçoso para que todos fiquem confortáveis, lugar apertado é trash.

- Estado Geral. É verdade que de noite todos os gatos são pardos, mas você precisa se atentar aos detalhes. Se o casamento for durante o dia, cuidado dobrado. Paredes, chão, móveis, louça, toalhas...

- Tempo de duração da festa. A maioria dos buffets determinam um horário para festa que varia de 4h a 6h, fique atento e determine qual a melhor forma de lidar com isso. Já pensou, a festa bombando e de repente as luzes acendem mandando o povo embora? Não rola... mais um item que contou pontos no Cantareira, não tem tempo limite. Entãooooo, tá proibido sair cedo da pista!

- Layout. Jantar? Coquetel? Precisa saber se o espaço é adequado para ambos os estilos. Tem muito salão que fica ótimo quando é coquetel, mas, quando vira jantar fica super apertado.

- Cardápio. Opções que se adequem ao estilo de vocês e dos seus convidados. Ah! E assim como o sabor a apresentação dos comes é muito importante.

- Som. É o que comanda a festa, então, verifique se após um horário é preciso baixar o volume, espaços localizados em bairros residenciais sofrem mais com isso.

- Quantos garçons? Manobristas? Faxineiras? Segurança? Alguém para dar apoio? É necessário ter funcionários suficientes para que o atendimento seja bacana.

- Taxa de rolha. Acredito que hoje a minoria cobre, mas, é bom perguntar. Que é para o caso da bebida alcoólica levada pelos noivos.

- Visitar o espaço em dia de festa. Às vezes o que se vende, não é o que se entrega... vá em uma festa no local escolhido, eu fui, claro... não fiquei no meio dos convidados dos noivos, mas, pude observar tudo e ainda comer o que estava sendo servido.

- Pista de dança. Precisa comportar um número legal de convidados e não ser muito próxima para que os convidados de idade possam ficar mais tranquilos. No Cantareira, apesar de ficar no meio do salão, existe lugares mais afastados para quem preferir bater papo.

- Se sua festa for em local aberto, verifique se o espaço tem um plano B em caso de chuva ou frio.

- Converse, peça indicações... é muito melhor fechar, por exemplo com um lugar que se tem ótimas referências, do que com um outro que ninguém nunca ouviu falar.

- Confira o que diz o contrato, existem cláusulas muito importantes.

Se você for perfeccionista, como eu sou, vai se concentrar em pequenas coisinhas absolutamente sem importância, como, por exemplo, um risco de caneta bic em um puff branco. Mas, não precisa ser assim, rs. Tente se concentrar em coisas maiores que realmente possam ser um problema, tipo, cadeiras de plástico que são mais frágeis e por isso mais perigosas, as que não são de plástico ver o estado do estofado, se há rasgos e se as mesas estão em bom estado. Note também o estado do ar condicionado ou ventiladores, enfim...

Acho que o post ficou para lá de grande, né? É que se trata de um assunto muito importante, em que todo cuidado é pouco. Espero ter ajudado, e se alguém tiver mais ficar, é só deixar nos comentários.

Escrito por Jana às 10h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico